Worldpackers Experience #1

Blog, Viagens

Bom, finalmente cheguei ao post que eu queria aqui no blog.
Há tres meses eu comecei minha jornada com o Worldpackers aqui na Espanha, resolvi deixar Barcelona para trás e decidi conhecer a Espanha além de pontos turísticos e festas para conhecer pessoas locais e poder ajudar em alguma forma com eles.
Resolvi começar a gravar essa experiencia para mostrar pra voces e esse é o primeiro episódio..
(Está em inglês, mas tem legenda prontinha em português ali pra vocês)

Fiquei um mês em Colmenar, uma cidade próxima à Málaga. No anúncio do site worldpackers já dizia que era uma fazenda vegana no meio de uma montanha e pensei que seria perfeito pra começar essa aventura, afinal queria me tornar vegano a algum tempo e também me desconectar um pouco do caos da sociedade em que eu estava em Barcelona.
A fazenda é linda, tudo muito simples e satisfatório.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Acomodação
Optei por quarto privado sem saber o que viria pela frente e quando cheguei lá gostei muito, super espaçoso e organizado.
O resto da casa segue no mesmo estilo do quarto, simples e organizado.
Uma curiosidade foram os banheiros, que eram separados para urinar e cagar, pois o Daniel (anfitrião) reutiliza inclusive a urina e fezes para a plantação.

Anfitrião
A principio o Daniel foi uma pessoa super fechada, mas nada que impedisse o bom relacionamento na fazenda.
Com o passar do tempo ele foi “adquirindo confiança” e começou a me explicar mais sobre a sua história e a da fazenda.
Acho que ele é uma das pessoas mais “punk” que eu conheço.. haha. Totalmente averso à nova tecnologia e costumes e também segue de forma restrita o veganismo. Também é cheio de bagagem sobre arte, viagens e fotografia.. Uma ótima pessoa pra sentar com um bom chá e conversar por horas.

Trabalho
Fiz um pouco de tudo na fazenda.. Desde ajudar regando a plantação até cortar grande parte do mato que havia lá. No geral foram trabalhos relativamente fáceis, porém tem que gostar de gastar energia e fazer força, caso contrário em alguns momentos pode parecer um pouco pesado.
Trabalhava 5 horas por dia e 5 dias por semana, sendo que dividimos 3 horas pela manhã e as outras duas no final da tarde por conta do calor intenso que fazia lá.
O Daniel respeitou muito bem a carga horária e em nenhum dia me pediu para trabalhar horas a mais.

Dias de descanso
Eu tinha dois dias de descanso por semana e resolvi combina-los com os dias que o Daniel ia para uma cidadezinha próxima, assim aproveitava para me conectar a internet (na montanha não tem Wifi e tampouco chega sinal de dados no celular) e aproveitar pra conhecer as cidades próximas e também fazer compras em mercados de produtos organicos locais.

Alimentação
Pessoalmente, pra mim foi o início de uma descoberta de um universo novo e lindo. Conversamos bastante sobre o veganismo, o Daniel me emprestou um livro para eu poder me interar mais sobre o assunto e tudo foi fluindo naturalmente.
Na fazenda é totalmente proibida a entrada de carnes e produtos derivados de animais, mas pra mim isso não foi um problema, pois eu já era vegetariano e só faltava um “start” pra iniciar no veganismo.
Depois que o Daniel descobriu que eu gosto de cozinhar me deixou “pilotar” a cozinha quase todos os dias, enquanto ele me ensinava como fazer queijos e outras receitas veganas eu seguia criando e adaptando algumas receitas vegetarianas, agora no veganismo.
Foi muito divertido e saboroso.
#GOVEGAN

Ponto negativo:
Como tudo na vida, sempre teremos algumas coisas que não nos agradam ou não conseguimos nos adaptar:
Falta de internet – Para nós que estamos conectados quase 24 horas por dia é realmente um susto ficar 5 dias da semana sem internet. Claro que é totalmente possível, mas se você é assim como eu, que dependo da internet para falar com clientes e receber e entregar trabalhos, as vezes pode ser um problema.

No geral foi uma experiência incrível, sigo conversando com o Daniel toda semana sobre novidades da fazenda e de minhas viagens. Ele me convidou para voltar pra lá e acredito que em breve as “montanhas de Colmenar” vão voltar pro meu roteiro.

Bom, essa foi só a primeira experiência com Worldpackers, espero que vocês tenham gostado e em breve publico mais material sobre minhas próximas estadias.
Vamos incentivar esse tipo de viagem, de forma mais humana e com troca de experiências.
COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS E VÁ PRA ESTRADA TAMBÉM!

Não esqueça que você pode me seguir em minhas redes sociais para não perder os próximos posts 🙂
Instagram|Facebook|Youtube

Obrigado pela leitura e até o próximo.

 

 

Anúncios

4 thoughts on “Worldpackers Experience #1

    1. Fala Danilo, tudo bem?
      Como 70% do público do blog é de fora do Brasil, optei em deixar tudo em inglês pra poder “globalizar” o projeto.
      Mas tem um “+” (símbolo de mais) lá no rodapé de cada página que tem a opção de traduzir. Já no vídeo, eu deixei pronta as legendas em português, é só clicar no botão “CC” que já ativa a legenda.
      Ainda estou pensando em deixar tudo isso mais óbvio para meus amigos do brasa 🙂
      Abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s